Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

A ABTI volta a reforçar aos associados a necessidade de atenção à fiscalização iniciada na Argentina do peso total dos veículos nas balanças que se encontram nas Rutas Nacionais.

É importante se atentar às normativas e transitar dentro do peso máximo de 45 toneladas, garantindo a regularidade e evitando problemas durante o percurso.

O controle está sendo realizado na rodovia, e não no ponto de ingresso ao país. Nesta situação, a maior preocupação da ABTI com relação ao tema é a discrepância nas tolerâncias aplicadas pelos países, ainda não harmonizadas no Mercosul, que podem chegar a uma variação de 2 toneladas.

Lembramos que a tolerância de peso na Argentina é de 500kg, independentemente da configuração, contudo este peso não deve ser considerado como parte do limite permitido, a tolerância está prevista para erros/diferença nas medições.

A ABTI já está em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), solicitando a intervenção do órgão no tema, de forma a evitar disparidades, garantindo tratamento isonômico. Ainda, está sendo dado conhecimento ao Itamaraty, porque notadamente somente exportações brasileiras estão sendo auferidas, além do tratamento diferenciado à frota argentina.

Para serem tomadas as devidas providências, solicitamos que os transportadores que foram multados entrem em contato e enviem as notificações e os documentos necessários com a finalidade de identificarmos argumentos no caminho da eliminação de assimetrias.

Reforçamos as dimensões e pesos para veículos em circulação em viagem internacional segundo a Resolução GMC 65/2008, internalizada no Brasil pela Resolução Contran nº 882/2021 e na Argentina pela Resolución 197/2010.

Das dimensões e pesos para veículos em circulação em viagem internacional segundo a resolução do Contran:

"Art. 34. Os veículos registrados nos Estados Parte do Mercosul habilitados ao transporte internacional de carga e coletivo de passageiros, quando em circulação internacional pelo território nacional, devem obedecer aos limites de pesos e dimensões de que trata o acordo aprovado pela Resolução MERCOSUL/GMC/RES. Nº 65/08.

§ 1º Os limites de pesos são:

I - PBT 45 t;

II - peso bruto transmitido por eixo às superfícies das vias públicas:

a) eixo simples dotado de 2 rodas: 6 t;

b) eixo simples dotado de 4 rodas: 10,5 t;

c) eixo duplo dotado de 4 rodas: 10 t;

d) eixo duplo dotado de 6 rodas: 14 t;

e) eixo duplo dotado de 8 rodas: 18 t;

f) eixo triplo dotado de 6 rodas: 14 t;

g) eixo triplo dotado de 10 rodas: 21 t; e

h) eixo triplo dotado de 12 rodas: 25,5 t.

§ 2º Entende-se por eixo duplo o conjunto de 2 eixos cuja distância entre o centro das rodas seja igual ou superior a 1,20 m e igual ou inferior a 2,40 m.

§ 3º Entende-se por eixo triplo o conjunto de 3 eixos cuja distância entre o centro das rodas seja igual ou superior a 1,20 m e igual ou inferior a 2,40 m."

A Associação permanece à disposição para fornecer quaisquer esclarecimentos adicionais e para apoio aos transportadores no cumprimento das exigências legais.

Leia Mais

O Passo Internacional Sistema Cristo Redentor, vital para o trânsito de cargas entre Argentina e Chile, continuará fechado neste sábado, completando 17 dias de bloqueio e superando o recorde de 2023, quando ficou 16 dias fechado em sequência.

As intensas nevadas registradas durante junho são a causa das complicações de funcionamento do passo. Conforme informações obtidas com Agetich (Asociación Gremial De Empresas de Transporte Internacional de Chile) e Aprocam (Asociación de Propietarios de Camiones de Mendoza), câmara que pertence a Fadeeac, há cerca de 3 mil caminhões à espera da habilitação da passagem.

Ainda há um número indeterminado de veículos detidos em outros pontos do país e nas fronteiras com o Brasil, Paraguai e Uruguai. A esperança de alteração na situação também não é grande pois os passos alternativos, como Pehuenche e Pino Hachado também não estão habilitados.

Além disso, com o fechamento do cruze Cristo Redentor, são bloqueados o ponto operativo Mendoza e o ponto de saída Uspallata, o que impede a passagem de caminhões destinados a essa travessia, negando-lhes inclusive a passagem em outros pontos de fronteira. Isso aumenta o transit-time de cargas que estão reféns às condições climáticas na região.

No momento, apesar da melhora no clima, o cruze continua fechado devido à previsão de avalanches emitida pelo Exército chileno e pela continuação dos trabalhos de limpeza da neve acumulada na via.

A ABTI recomenda que os transportadores sejam extremamente cautelosos antes de planejar utilizar o Passo Internacional Sistema Cristo Redentor. Para além das dificuldades próprias da temporada de inverno, como vem sendo evidenciado pelas entidades irmãs do transporte na Argentina, a falta de otimização aduaneira e trabalho coordenado, aumentam os prejuízos ao setor e ao comércio exterior.

Indicamos ainda o acompanhamento da situação dos passos fronteiriços pelas contas do Twitter @UPFronterizos ou @CFLosLibertador. Também é possível acessar o canal de WhatsApp da Unidade de Pasos Fronterizos para atualizações clicando aqui.

Situação dos Passos Fronteiriços habilitados ao transporte internacional neste sábado (29/6):

  • Passo Los Libertadores: fechado
  • Passo Jama: aberto
  • Passo Pehuenche: fechado
  • Passo Cardenal Samoré: aberto
  • Passo Pino Hachado: fechado
  • Passo San Francisco: fechado
Leia Mais

O Instituto de Transporte e Logística (ITL) abriu inscrições para a 4ª edição do seu maior evento, o Fórum ITL de Inovação do Transporte. Com o tema "ESG: O futuro das empresas do transporte", o FIT abordará os aspectos ambientais, sociais e de governança (ESG) que estão moldando o futuro do setor de transporte.

O Fórum ITL de Inovação do Transporte é uma iniciativa do ITL, em parceria com a CNT e o SEST SENAT, para fomentar a discussão e a troca de conhecimentos sobre ferramentas e tendências inovadoras e tecnológicas aplicáveis ao setor de transporte.

O evento será híbrido e acontece no dia 9 de outubro, na sede do Sistema Transporte, em Brasília (DF). As vagas presenciais são limitadas, porém será possível se inscrever para acompanhar a transmissão virtual, direto pelo Youtube.

Será uma oportunidade de discutir, com especialistas, empresários e representantes de instituições públicas e privadas, essa pauta que se impõe de modo urgente às empresas, em um cenário desafiador que exige cada vez mais ética e responsabilidade socioambiental das organizações.

Inscreva-se aqui.

Confira os temas que serão abordados nesta edição.

O panorama atual do setor de transportes:

Discutir os principais desafios e oportunidades em relação à sustentabilidade ambiental, responsabilidade social e governança corporativa no setor de transportes.

Políticas e regulamentações:

Analisar o papel das políticas públicas e das regulamentações na promoção do ESG no transporte, incluindo incentivos, metas de redução de emissões e padrões de segurança.

Educação e capacitação:

Discutir a importância da educação, treinamento e desenvolvimento profissional para capacitar os profissionais do setor de transporte a adotarem práticas de ESG e implementarem soluções inovadoras.

Casos de sucesso e melhores práticas:

Compartilhar exemplos de empresas e organizações que estão liderando o caminho na implementação de práticas de ESG no setor de transportes, destacando seus desafios, sucessos e lições aprendidas.

O fórum promoverá ainda uma sessão especial dedicada à Governança, focando na sucessão familiar.

Detalhes

Data: dia 9 de outubro, das 9h ÀS 17h.

Presencial: em Brasília, na sede do Sistema Transporte.

Online ao vivo: no Youtube da CNT.

Saiba mais aqui: forum.itl.org.br 

Leia Mais

R. dos Andradas, 1995 - Santo Antônio
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97502-360
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

1.png 2.png 3.png 4.png 

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004