Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) alerta para bloqueio temporário no km 692,4 da BR-153/RS, em Aceguá. A Interrupção acontece neste sábado (18) e domingo (19), das 8 às 18 horas, para a instalação da estrutura metálica do pórtico da entrada da cidade. Serão realizados dois içamentos com duração total de 30 minutos cada.

Durante a execução dos serviços, será necessário realizar a interrupção total do tráfego nos dois sentidos da rodovia e, no restante do tempo, as atividades vão ocorrer no acostamento, sem interrupção do trânsito. O local estará devidamente sinalizado, alertando para o bloqueio. O DNIT ressalta que a atividade é de responsabilidade da empresa contratada pela Prefeitura de Aceguá.

Fonte: DNIT

Leia Mais

Para evitar o surgimento de dúvidas, a ABTI esclarece que a Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) em Foz do Iguaçu não irá encerrar suas atividades no recinto Almacenes Generales S/A (Algesa), da Área de Controle Integrado de Ciudad del Este/PY.

As atividades de fiscalização foram interrompidas somente no recinto porto Campestre, por conta de uma acusação infundada de "conduta corrupta" atribuída aos servidores do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), proferida pelo responsável por este recinto.

Assim, os fiscais do MAPA continuam atuando normalmente no recinto Algesa. Para evitar problemas no fluxo das operações, é possível migrar os veículos que necessitam de fiscalização dos auditores agropecuários do recinto Campestre para Algesa.

A Vigiagro solicita que os documentos abaixo sejam adicionados no dossiê para os LPCO que realizem a troca de recintos:

Expediente DNIT 24000055581G;

E-mail MAPA SVA-S2.

Entenda

Através de ofício divulgado ontem (16), a Vigiagro de Foz do Iguaçu tomou a decisão de interromper suas atividades no recinto Campestre em resposta às acusações infundadas de "conduta corrupta" atribuídas ao MAPA na inspeção de cargas de grãos paraguaios, proferidas pelo responsável pelo porto Campestre.

A acusação foi feita após o Ministério questionar a situação da empresa de transporte responsável por levar os fiscais do MAPA até o terminal Campestre, que se recusou, no início de maio, a transportar os servidores por falta de pagamento.

Leia Mais

A Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) de Foz do Iguaçu tomou a decisão de interromper suas atividades no terminal Campestre, da Área de Controle Integrado de Ciudad del Este/PY, conforme comunicado por meio de ofício aos intervenientes do comércio exterior. Esta medida surge em resposta às acusações infundadas de "conduta corrupta" atribuídas ao Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) na inspeção de cargas de grãos paraguaios, proferidas pelo responsável pelo porto Campestre.

A acusação foi feita após o Ministério questionar a situação da empresa de transporte responsável por levar os fiscais do MAPA até o terminal Campestre, que se recusou, no início de maio, a transportar os servidores por falta de pagamento.

Como salientou o MAPA, a acusação contra o órgão é grave e leviana, pois carece de qualquer evidência que a sustente.

A ABTI reitera sua confiança na integridade e profissionalismo dos servidores do MAPA. Reconhecemos o importante papel desempenhado por estes profissionais na garantia da segurança alimentar e no controle aduaneiro.

Diante deste cenário, expressamos nossa solidariedade aos fiscais agropecuários e apoiamos as medidas necessárias para esclarecer os fatos e preservar a integridade da instituição.

Algesa

Esclarecemos que o encerramento das operações ocorre somente no recinto Campestre, onde ocorreu o problema. Os auditores fiscais agropecuários continuarão atuando normalmente no terminal Algesa.

Para evitar problemas no fluxo das operações, é possível migrar os veículos que necessitam de fiscalização dos auditores agropecuários do recinto Campestre para Algesa.

A Vigiagro solicita que os documentos abaixo sejam adicionados no dossiê para os LPCO que realizem a troca de recintos:

Expediente DNIT 24000055581G;

E-mail MAPA SVA-S2.

Leia Mais

R. dos Andradas, 1995 - Santo Antônio
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97502-360
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

1.png 2.png 3.png 4.png 

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004