Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Nos dias 01 e 02 de dezembro, ocorreu, em Curitiba/PR, a Reunião Bilateral entre Brasil e Paraguai dos Organismos de Aplicação do Acordo sobre Transporte Internacional Terrestre – ATIT. O encontro que discutiu os aspectos técnicos e operacionais do transporte rodoviário internacional de passageiros e cargas, contou com a participação de lideranças de órgãos de ambos os países. A ABTI esteve representada por duas empresas Diretoras, Atrhol e Gafor Logística, que foram assessoradas pela Gerente Executiva, Gladys Vinci.

Noboru Ofugi, Chefe da Assessoria Técnica e Internacional da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, na condição de Chefe da Delegação brasileira, conduziu a reunião com José Luis González Vernazza, chefe da Delegação paraguaia e membro da Dirección Nacional de Transporte – DINATRAN. Entre os assuntos abordados, destaca-se a continuidade de taxa do Visto Consular, a obrigatoriedade de contratação de Seguro de carga e a complementação de modificações de frota.

O Brasil insistiu na extinção da exigência do visto consular nos processos de exportação brasileira. É uma assimetria que provoca uma maior burocracia e um elevado custo logístico, o que vai ao desencontro de agilidade e integração. A problemática que já está sendo discutida pelo Ministério de Relações Exteriores de ambos os países, deverá ter uma definição nos próximos 90 dias. O Brasil já estuda a possibilidade de uma taxa reciproca.

Perante a solicitação do Paraguai de desobrigação do transportador na contratação do seguro de Responsabilidade Civil de danos a carga, a Delegação brasileira entende que o tema em questão está definido e previsto no Art. 13 do ATIT, que estabelece obrigações objetivas dos transportadores internacionais de cargas. Foi sugerido um encontro técnico para tratar do assunto entre as autoridades da Superintendência de Seguros de ambos os países.

Outra pauta de relevância, foi a dificuldade de complementação de licenças originarias e suas modificações de frota. A Delegação Paraguaia, que reconheceu a dificuldade de entregar relações de "Parque Automotor" a cada modificação de frota, foi solicitado, por proposta desta entidade, que o mesmo esteja disponível eletronicamente.

A ata completa da Reunião Bilateral estará disponível no site da Agência Nacional de Transportes Terrestres ou poderá ser solicitada a ABTI, por e-mail. A equipe técnica desta entidade está à disposição para o recebimento de assuntos que poderão ser tratados nas próximas bilaterais com os países do Mercosul.

Rua General Bento Martins, 2350
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97501-546
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

face twitter in

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004