Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

A ABTI, através da diretora executiva, Gladys Vinci, e do Assessor jurídico e tributário, Fernando Massignan, participou de uma reunião com o Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite sobre a Reforma Tributária do Estado. Participam também do encontro, o deputado estadual Frederico Antunes, prefeitos dos municípios da fronteira oeste e membros de entidades representativas.

A ABTI preocupada com o aumento da alíquota de ICMS sobre o Diesel (principal insumo das transportadoras), questionou a nova previsão de redução da Base de Cálculo que poderá ser alterada a qualquer momento por ato do executivo, enquanto a alíquota de 12% dava segurança ao setor. Essa situação deve gerar um aumento no custo do transporte, prejudicando o setor.

Referente à parcela única para o prazo de creditamento do ICMS por aquisição de bens de capital, o assessor jurídico da ABTI ressaltou que a proposta do Governo do Estado para autorizar a apropriação de créditos sobre bens destinados ao Ativo Imobilizado em uma única parcela, não importante a origem dos bens, será benéfica aos contribuintes. Além do mais, necessita de autorização do CONFAZ e tem prazo de 8 (oito) anos para implementação.

Ainda, a ABTI manifestou preocupação com o aumento do ITCMD, visto que tributar bens de produção em caso de sucessão irá retirar o poder de competitividade e poderá incentivar a mudança dos transportadores para outros Estados.
O Governador do Estado afirmou que analisará os questionamentos feitos pela entidade e afirmou que o objetivo da Reforma é manter os serviços básicos funcionando e pavimentar um caminho melhor para o futuro.

Rua General Bento Martins, 2350
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97501-546
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

face twitter in

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004