Slide background
Reunião dos Transportadores apresenta problemáticas do setor para ANTT e Detran/RS

No dia 11 de agosto, quinta-feira ocorreu em Porto Alegre a Reunião dos Transportadores com a participação dos representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, Diretor Marcelo Vinaud Prado, Coordenador do Transporte Rodoviário Internacional de Cargas, Marcos Antônio Lima das Neves, diretoria e associados da entidade.

O encontro que ocorreu na sede do Setcergs, foi coordenado pelo Presidente da ABTI, Francisco Cardoso, que na oportunidade colocou em pauta os assuntos referente as problemáticas do setor sugeridas pelos associados, conforme a exposição logo abaixo.

A entidade considera importante a participação dos associados nos processos decisórios, considerando a presente reunião de grande valia, pois foi possível apresentar a realidade do transportador para órgãos competentes aos referidos assuntos. A ABTI está à disposição para receber sugestões de pautas com o intuito de defender constantemente os interesses do setor, sua colaboração faz toda a diferença!

Propostas para a Reunião Bilateral Brasil/Chile que ocorrerá nos dias 25 e 26 de agosto

- Intercâmbio de tração;

- Adesão do Chile ao Acordo de pesos e dimensões nos moldes do Mercosul referente a Resolução GMC 65/08;

- Inclusão do Chile no Acordo Multilateral por multas de excesso de peso com tratamento pela legislação nacional de cada país;

- Autorização de veículos semirreboque de 4 eixos, evitando a necessidade de licenças ocasionais;

Assuntos aduaneiros:

- Licenças complementares de inclusões não aceitas por Fiscal Aduaneiro Chileno;

- Definição sobre o local de liberação de cargas perigosas. Atualmente é feito em Uspallata ou em Los Andes, não havendo uma padronização;

- Os motoristas são orientados a preencher "a papeleta" o que significa custo para o transportador, que assim abre mão das primeiras 24hrs livres.

Problemas enfrentados com outros países

Argentina: ainda seguimos sofrendo com as restrições administrativas e exigências no transito como duas placas, três marias e adesivo de 80 km. O que avançamos foi na eliminação de exigência de faixa refletiva no cavalinho.

Bolívia: dificuldade na complementação de licenças.

Paraguai: a demora na complementação pode depender a intervenção feita no organismo por corrupção.

Uruguai: sérios problemas, já alertados inúmeras vezes com as balanças. Não está sendo respeitado o acordado na Resolução GMC 65 (pesos e dimensões) principalmente no caso de veículos com eixo distanciado. Somente o corredor por Chuí que possibilita o transporte de 25 ton, o restante permanece nas 22 ton.

Ainda foi discutido sobre a dificuldade de registro de contratos de locação ou comodato junto ao DETRAN do Rio Grande do Sul. Para achar uma saída diante do problema apresentado, Zulmira Terres, Diretora Técnica Substituta e Túlio Verdi Filho, Chefe da Divisão de Veículos, ambos do Detran/RS, também participaram da discussão se colocando à disposição para auxiliar na facilitação do processo.

Rua General Bento Martins, 2350
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97501-546
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

face twitter in

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004